Postagens

Mostrando postagens de Março, 2010
… a cada escândalo, mais se aprende sobre a destreza com que a bandidagem petista se apossa do dinheiro alheio para chegar lá, e ali se manter.

PAC é Ficção 02

Imagem
O governo maquiou os balanços oficiais do PAC com o propósito de esconder atrasos na execução das obras.Deve-se a revelação aos repórteres Eduardo Scolese e Ranier Bragon. Em notícia levada às páginas da Folha, a dupla informa:“Três de cada quatro ações destacadas no primeiro balanço do PAC não foram cumpridas no prazo original”.Para encobrir o problema, recorreu-se à maquiagem. Vão abaixo os detalhes que evidenciam a manobra:1. Gestora do PAC, a ministra-candidata Dilma Rousseff reuniu os jornalistas, no início de fevereiro, para divulgar o balanço de três anos do programa.2. Sob holofotes, a “mãe do PAC” anunciara que 40% das ações previstas no programa já haviam sido cumpridas.3. Nas principais obras, a taxa de conclusão era, segundo a chefe da Casa Civil, de 36%.4. Para corroborar as palavras da ministra, o Planalto distribuíra aos repórteres um documento em que a lista de obras é adornada por ilustrações.5. Ao lado de cada empreendimento, três vocábulos traduziam o estágio em que…

PAC é Ficção

Está provado: o PAC, carro-chefe da campanha da ministra-candidata Dilma Rousseff, não passa de uma peça de ficção, com números inflados, relatório maquiado, informações manipuladas e falta de transparência.

No mês passado, Dilma, a mãe do PAC, divulgou o balanço de três anos do programa. O relatório dizia que o governo já teria investido 63,3% do previsto no triênio (2007 a 2009).

Levantamento da Assessoria Técnica do PSDB, com base no Siafi (Sistema Integrado de Administração Financeira) mostra que o investimento foi de apenas 35,1% do total no período.

Para o líder do PSDB na Câmara, deputado João Almeida, a informação só ratifica o estilo da ministra de usar a mentira como instrumento de ação. "Não dá para saber o que é mais grave, se a ineficiência do governo e da ministra Dilma Rousseff ou a maquiagem dos balanços do PAC", critica o líder.