Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2011

EMANCIPAÇÃO E DESENVOLVIMENTO

MATÉRIA DA REVISTA ISTO É

Carajás e Tapajós: Dividido em três, o Pará será mais rico e mais cobrado pela população
Artigo: Leonardo Attuch / Colunista da ISTOÉ

Nas mãos dos eleitores do Pará, no domingo 11, o Brasil tem uma chance histórica para dar dois passos à frente. Cerca de 4,6 milhões de paraenses irão às urnas para votar no plebiscito que pode dividir sua atual área territorial em três, criando dentro dela os Estados de Carajás e Tapajós. À primeira vista, de pronto se enxerga mais políticos (dois governadores, seis senadores, dezenas de deputados federais e estaduais) e novas estruturas de poder (sedes governamentais, assembleias legislativas, etc.). Uma antevisão, infelizmente, forte o suficiente para embotar a razão, mas que precisa ser ultrapassada. Esses dois novos Estados, se aprovados, terão extrema importância para a economia não só do Pará, mas de todo o Brasil.

Tome-se, em benefício da análise, as mais recentes criações de Estados no Brasil. É consensual…

"Pesquisa mentirosa, irresponsável e egoísta" vereador Gerlande Corrêa Castro (PSD) de Santarém-PA

Imagem
Pesquisa mentirosa – O vereador Gerlande Corrêa Castro (PSD) de Santarém, na Tribuna, afirmou que a pesquisa do Datafolha que aponta favorabilidade ao não no plebiscito de 11 de dezembro é mentirosa, irresponsável e egoísta. “Essa pesquisa desvaloriza a população do estado do Pará, de Belém, do Oeste, como se o povo não tivesse consciência. Não existe uma lógica se ter hoje uma porcentagem tão alta em favor do não, se a população do Pará já percebeu que o importante hoje é dividir o Estado, para o crescimento de todos. A população só tem a ganhar. Eu não acredito nessa pesquisa ridícula, mentirosa, por isso o meu repúdio a essa pesquisa”, afirmou Gerlande Castro.Fonte: RG 15/O Impacto e JB Colares

Jamais terás a Cruz , este é o meu batismo