segunda-feira, 13 de maio de 2013

POLÍTICOS SE AGIGANTAM O POVO SE APEQUENA, ELES QUERIAM ISSO MESMO!

cronica feita pelo amigo


O PALANQUE ARMADO – OS PAPAGAIOS SOBREVOAM – PIU-PIU E FRAJOLA

Itaituba - O palanque que foi armado para papagaios de piratas como Nélio Aguiar, Zé Geraldo, Airton Faleiro, Josefina, Ademir Andrade, Puty e outros do baixo clero entre os quais vereadores com pretensão a uma vaga na ALEPA originários de outros rincões, apriscos e planetas (todos completamente estranhos às mazelas interpostas na vida dos garimpeiros do alto Tapajós) totalmente agindo como oportunistas para captação de capital politico, foi o que se viu na Audiência Pública do ultimo dia 3 para se discutir os efeitos do malfado Decreto 714, que na verdade é um artefato de ação prolongada no meio dos povos que labutam no alto Tapajós e seus tributários se não for revisto ou revogado.
Presenças como do Dep Federal Dudimar Paxiúba que me pareceu injustiçado pelos apupos recebido, com conotação de ter sido orquestrado por defender a preservação do Rio Tapajós, foi mais que necessária já que é um politico genuinamente da região, assim como Hilton Aguiar, os prefeitos e Vereadores  das áreas de influencia do alto Rio Tapajós, entretanto algumas figuras supramencionadas e outras sem destaque, o fito principal foi propiciar  auto exposição mesmo.
O esforçado presidente do Poder legislativo de Itaituba, Wescley Tomaz que teve a iniciativa de reivindicar a audiência, mesmo sendo uma figura simpática e jovial, pecou, sem querer, presumo  dando oportunidade à formação do Palanque Politico, em convidar e dar oportunidade de fala a entes que caem em Itaituba e regiões adjacentes em tempos pré-eleitorais. As figuras centrais da audiência que deveriam ser o estado representado pelo Secretario de Meio Ambiente, e o povo garimpeiro que se acotovelaram no encontro ficaram na berlinda, realmente como coadjuvantes. O Secretario por ter sido acossado pelos papagaios de piratas, e o povo esmagado, que não teve direito em ter um representante usando a palavra, exceção feita ao Luiz Barbudo que muito falou e pouco disse. Para completar o vexatório encontro, meu querido amigo Wescley  para demonstrar autoridade que  quis usar em excesso e não precisava disso, se engalfinhou  com o Secretario da SEMMA, como se fosse o dono da cocada preta. Lembrei-me das contendas entre Tom e Jerry e Piu-piu e Frajola. Uma pergunta se apresenta para ser respondida:  - Mesmo sendo o autor e idealizador da Audiência porque Wescley não passou a direção do evento para ser presidido pela comissão incumbida de recrutar os garimpeiros para o encontro?
Dudimar e o Secretario foram desrespeitados. Autoridades são para usarmos seus préstimos e responsabilidades constitucionais em defesa do povo à exaustão, Alguns que se intitulam  porta vozes da razão e falsos lideres   garimpeiros e o Presidente da Câmara de Vereadores não sabiam disso.
Raulien Queiroz, Danilo Miranda,  Eliene Nunes que sentem o peso da responsabilidade como prefeitos em suportar milhares de pessoas  desvinculadas de trabalhos como os garimpeiros, se destacaram em seus pronunciamentos; o Secretario da SEMMA acuado extravasou  seu sentimento de revolta contra o Palanque Politico armado, e o povo...  ah o povo, ficou calado, sem voz, está voltando para seus locais de origem incrédulos com os “HOMENS”, seus iguais, pensando na certeza de que Deus é garimpeiro e proverá melhores dias. Tadinhos...!

Nenhum comentário:

Júlio Leal diz que equipes da Copa Ouro encontram resistência para conseguir patrocínio

Júlio Leal fonte : Blog do jota Parente Os organizadores da Copa Ouro 2017 estão encontrando dificuldades para conseguir patroc...