Polícia Federal vai investigar “RG indígenas”

Folha de S. Paulo
Após indiciar um líder indígena por suspeita de falsificação do Registro Administrativo de Nascimento de Índio (Rani), a Polícia Federal no Amazonas fará uma devassa nesses documentos.
A PF tenta entender o boom na emissão de “RGs indígenas” no Amazonas: de uma média de 159 Ranis por ano de 2000 a 2007, o número passou a 1.143 por ano de 2008 a 2011 –salto de 619%.
A PF detectou que o aumento anormal na expedição dos documentos se deu a partir de 2007, ano da emissão do registro de Paulo Ribeiro da Silva, o Paulo Apurinã, indiciado sob a suspeita de falsificação de documento.
O Rani é um documento administrativo da Funai, que subsidia a identificação do índio e o pedido de benefícios (aposentadoria especial, cotas em universidades, inclusão em programas sociais).
Para o superintendente da PF no Estado, Sérgio Fontes, dada a fragilidade da Funai, “muitos registros foram [emitidos] na esteira da fraude”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tenente faz postagens no face, e as fotos proliferaram via Whastapp

VEJA O VÍDEO DO ESTUPRO DA MENINA DE 14 ANOS NA COLÔNIA AGRÍCOLA PENAL NO PARÁ QUE REPERCUTIU NO MUNDO

Divulgada lista de aprovados no concurso para cargos de escrivão, investigador e papiloscopista