Liminar manda Prefeitura de Itaituba desobstruir e nivelar calçadas

O Ministério Publico Estadual, (MP), entrou com uma ação Civil Publica (CP) contra o município de Itaituba. Na ação, o MP solicita que a Prefeitura Municipal apresente no prazo de 40 dias, um Plano de Gestão, devendo conter medidas a serem tomadas para a garantia da acessibilidade dos pedestres, apresentando, ainda em juízo a comprovação do inicio dos trabalhos para o nivelamento das calçadas. 

O Município já tinha conhecimento dessa ação do MP, tanto é que foi realizada uma reunião na sede do Rotary Clube, para se discutir o assunto com os empresários da cidade, e na oportunidade foi apresentado um projeto para a construção de um Shopping Popular, com a finalidade de remover os camelos das calçadas da Hugo de Mendonça. O local apresentado pelo município foi à antiga Escola Alice Carneiro, aprovado pela câmara municipal, mas houve alguns questionamentos da ASFITA na justiça, porem foi autorizada a demolição do local para a construção do Shopping.
Entretendo na ação do MP, os problemas de desnivelamentos e obstrução das calçadas não esta somente na Hugo de Mendonça, mas sim em toda a cidade, porem o MP pede uma ação da prefeitura, que faça valer o código de postura do município.  Hoje quem sair de casa com a intensão de andar pelas caçadas, não vai conseguir, porque, as mesmas estão todas ocupadas e desniveladas, cada de uma diferente da outra. Alguns comerciantes acabam usando a calçada como uma extensão de seu comercio, onde colocam vários produtos para a exposição. 
Para ficar mais clara ação, uma equipe de MP foi às ruas para verificar a situação, e na oportunidade registrou tudo para servi como respaldo nos altos da ação, são diversas irregularidades, que há anos perduram na cidade, sem ninguém tomar nenhuma providencia sobre o caso, quem sofre são os pedestres que acabam disputando espaço, com carros, motos, bicicletas e caminhões nas ruas, correndo risco de ser atropelado a qualquer momento. Em alguns setores, o Ministério Publico pede que os trabalhos sejam iniciados no prazo de 10 dias, com o prazo de 30 para o encerramento, já outros os prazos poderão ser maiores, mas terão que ser adequados.
A CP foi feita pelo Ministério Publico, foi através da Promotora Dr. Maria Raimundo, que entrevista ao jornalista Junior Ribeiro, disse que, ninguém mais pode usar o discurso que sempre foi assim, segundo ela tem que se pensar em uma Itaituba em crescimento, onde recebera grandes investimentos e terá que estar preparada para receber quem chega, disse ainda que o MP esta aberto para conversa com a prefeitura sobre o assunto.
A decisão em caráter liminar foi concedida pelo Juiz Claytoney Passos Ferreira; Auxiliando a 1ª Vara, e respondendo pela 2ª Vara da Comarca de Itaituba. Segundo Juiz o município será comunicado da decisão, ficando a critério para tentar reverter à decisão ao acatar e cumprir a mesma. Em sua decisão o Juiz fixou uma multa de 1.000,00 (um mil reais), por dia de atraso, no caso aja descumprimento da decisão pela Prefeita Eliene Nunes. Mas segundo informações a Prefeitura Municipal tem interesse de realizar esse trabalho, com a finalidade de alem de dar acessibilidade ao pedestre dar um nova cara ao centro comercial.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VEJA O VÍDEO DO ESTUPRO DA MENINA DE 14 ANOS NA COLÔNIA AGRÍCOLA PENAL NO PARÁ QUE REPERCUTIU NO MUNDO

SOMENTE PARA MAIORES DE DEZOITO ANOS. FOTOS NUAS DE BB!

Divulgada lista de aprovados no concurso para cargos de escrivão, investigador e papiloscopista