Se a moda Pega - Para “não roubar”, prefeito renuncia o cargo


Folha de S. Paulo
Menos de oito meses depois de assumir o cargo, um prefeito do interior de São Paulo abriu mão do mandato.
O motivo: o salário baixo demais em relação ao que ganhava como médico.
“Ou voltava a trabalhar e ganhava meu dinheiro honestamente ou tirava da prefeitura”, disse Márcio Faber (PV) à TV Globo, após deixar o cargo em Paranapanema.
Faber afirmou que o salário de R$ 5.800 não chegava a 20% do que recebia como médico –R$ 30 mil.
“É um caso inédito no Brasil: alguém renunciar para não roubar”, disse o vice-prefeito Antonio Nakagawa.
Também filiado ao PV, ele afirmou ter sido pego de surpresa pela decisão. Nakagawa, o novo prefeito, disse que vai aceitar o salário: “Sou contador e aposentado. Para mim é suficiente”.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VEJA O VÍDEO DO ESTUPRO DA MENINA DE 14 ANOS NA COLÔNIA AGRÍCOLA PENAL NO PARÁ QUE REPERCUTIU NO MUNDO

SOMENTE PARA MAIORES DE DEZOITO ANOS. FOTOS NUAS DE BB!

Divulgada lista de aprovados no concurso para cargos de escrivão, investigador e papiloscopista