Projeto de Lei reconhece identidade sociocultural de Itaituba


Na sessão desta terça-feira (10), na câmara de vereadores foi aprovado um Projeto de Lei de autoria do vereador João Paulo, instituindo  o Dia 25 de julho, como o Dia do Garimpeiro.  Conforme o projeto, essa data fará parte do calendário de eventos do município de Itaituba.
O garimpeiro hoje continua sujeito anônimo de sua história sem o reconhecimento oficial de sua contribuição para o crescimento e desenvolvimento do município de Itaituba.  Como forma de preservar os elementos que compõem o perfil da identidade sociocultural de Itaituba, João Paulo, depois de pesquisar o advento da garimpagem na Província Aurífera do Tapajós, percebeu a existência de uma lacuna entre estes homens anônimos no contexto histórico e a estrutura social com suas classes dominantes e subalternas
 
Conforme o vereador, como verdadeiros bandeirantes, os garimpeiros foram desbravadores pioneiros, superando os obstáculos naturais e as adversidades, como a malária, por exemplo, pois,  um povo se identifica pelos vínculos culturais formados a partir de uma dinâmica social.
Como forma de reconhecimento público da classe garimpeira para o Município de Itaituba, o Projeto de Lei resgata a importância do garimpeiro que migrou para esta região contribuindo para o surgimento, através das novas gerações de uma população diversa e plural.
Identificação cultural
Também na sessão desta terça-feira (10), o vereador João Paulo teve requerimento aprovado solicitando a identificação de Itaituba como Cidade pepita, bem como, a construção da Praça do Garimpeiro.
Assessoria de  imprensa do
Vereador  João Paulo

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tenente faz postagens no face, e as fotos proliferaram via Whastapp

VEJA O VÍDEO DO ESTUPRO DA MENINA DE 14 ANOS NA COLÔNIA AGRÍCOLA PENAL NO PARÁ QUE REPERCUTIU NO MUNDO

Divulgada lista de aprovados no concurso para cargos de escrivão, investigador e papiloscopista