DPC Alexandro Napoleão expulsa de sua sala presidente da API Diego Mota

Na manhã desta terça feira, 05, o Presidente da API (Associação dos Profissionais de Imprensa de Itaituba) o jornalista Diego Mota foi expulso da sala do Delegado Alexandro Napoleão Santana (Diretor da 19ª Seccional Urbana da policia Civil de Itaituba).

O jornalista Diego Mota que é o legitimo representante da imprensa de Itaituba estava acompanhado de familiares de Boboya e do Advogado da API Dr. Moisés Aguiar que foram a Delegacia saber como andam as investigações do caso Boboya, que já se passaram 15 dias e ate agora o assassino não foi preso pela policia. Ao entrar na sala, o Delegado Alexandro Napoleão usando de sua AUTORIDADE POLICIAL MANDOU que DIEGO DEIXASSE O LOCAL, depois de ouvir o Delegado Diego se retirou sem entender a situação e foi comunicar o fato ao Delegado Edinaldo Sousa (Superintende da Policia Civil no Tapajós) que se comprometeu acompanhar de perto o caso do Boboya.
Em entrevista a nossa reportagem Diego Mota, disse que talvez o delegado Alexandro Napoleão esteja ressentido com as justas cobranças que estão sendo feitas pela API juntamente com a família do Boboya. Boboya foi assassinado covardemente no dia 22 de outubro por um jovem identificado por Leandro Coelho, à morte do produtor de comercial causou grande comoção popular em Itaituba, e todos pedem justiça, varias cobranças estão sendo feitas a Policia Civil para que prenda o acusado que ate agora esta foragido. 
O Delegado Alexandro Napoleão Santana é o presidente do inquérito policial que esta sendo conduzido de forma sigilosa. O caso já foi comunicado ao secretario de justiça do estado, ao secretario de segurança publica do estado, a OAB juntamente com a API também estão acompanhado o caso e cobrando agilidade nas investigações.
Ate agora apenas o carro do acusado foi aprendido pela policia civil. O presidente da API Diego Mota foi convidado pela família para acompanhar o caso, para que os mesmo não caia no esquecimento. Em mais uma visita a Delegacia da Policia Civil; Diego estava acompanhado do irmão do Boboya e do advogado da API Dr. Moisés, ao entrar na sala do Delegado Alexandro; Diego Mota foi expulso pelo Delegado Alexandro Napoleão que alegou que o mesmo não poderia ficar em sua sala, recebendo apenas Dr. Moisés e irmão do Boboya. 
Com essa atitude o Delegado demostra uma grande falta de respeito com a imprensa de Itaituba, não permitindo a presencia do legitimo representante da classe em sua sala, levando para o lado pessoal às cobranças que estão sendo feitas ao caso, o que todos querem é que a Policia prenda o assassino só isso, mas ate agora nada. Poucos dias da morte de Boboya, o delegado Alexandro fez uma viagem, segundo ele de cunho pessoal, perguntado pela imprensa sobre sua viagem, ele respondeu que não deve satisfação nenhuma a população de Itaituba sobre suas viagens, mas ele afirmou que em viagem repassou a localização do veiculo do Leandro para os policias civis que foram buscar em uma comunidade. A declaração do Delegado desagradou muita gente em Itaituba.
Fonte: Junior Ribeiro

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tenente faz postagens no face, e as fotos proliferaram via Whastapp

VEJA O VÍDEO DO ESTUPRO DA MENINA DE 14 ANOS NA COLÔNIA AGRÍCOLA PENAL NO PARÁ QUE REPERCUTIU NO MUNDO

Divulgada lista de aprovados no concurso para cargos de escrivão, investigador e papiloscopista