O Promotor de Justiça Maurim Vergolino é transferido de Itaituba

A informação da saída de Maurim Lameira Vergolino Promotor de Itaituba deixou muita gente de orelha em pé haaja visto que o Promotor em questão elevou e muito o nome da Justiça em Itaituba, principalmente com a moralização da maquina pública, foi ele o promotor responsável pela ação contra a Rede Celpa que a bastante tempo vem causando prejuízos a comunidade itaitubense com as constantes oscilações e quedas de energia. Por conta de um clamor popular e da Ação Civil Publica ajuizada Pelo Ministério Publico, O Dr. Cleytoney Passos Ferreira Juiz de Direito, respondendo pela 2ª Vara Cível de Itaituba e Juizado Especial.

Em sua sentença deferiu em parte a Ação Civil Publica contra a Rede Celpa e determinou a empresa ré, que no prazo de 30 dias a contar da data da publicação dessa decisão, adote medidas necessárias que eliminem as oscilações e interrupções no fornecimento de energia elétrica sobre pena de multa diária no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais), até o limite Máximo de R$ 500,000,00 (quinhentos mil reais), estabelecida para o Sr. Raimundo Nonato Castro responsável pela empresa em Itaituba.


Maurim vinha sendo alvo de perseguições de vários políticos paraenses, mais o pivô da sua saída teria sido segundo fontes dessa informação a ação proposta a Justiça Federal contra o DNIT órgão do Governo Federal que a exemplo dos demais é administrado por uma pessoa indicada politicamente ainda segundo informações Maurim feriu intereces do alto escalão da política brasileira e paraense.

Um pedido de transferência foi aceito e ele teve que deixar o município quase que de surpresa, já que sua saída não foi anunciada como das outras vezes.

Cabe agora a cada cidadão cobrar da Justiça o cumprimento das ações impetradas por ele, Maurim ensinou muito a população, agora o povo sabe como cobrar e de quem cobrar. De forma misteriosa pediram o afastamento do Promotor de alguns casos de investigação do M.P. envolvendo pessoas importantes da política, o ano mau terminou e o promotor do povo como vinha sendo chamado Maurim Vergolino, teve que deixar Itaituba. Mais como ele mesmo disse em uma entrevista; podem até matar um Promotor mais nunca matarão o Ministério Publico, agora podemos traduzir sua fala dessa forma: podem até transferirem um Promotor, mais nunca irão transferir o Ministério publico!

Maurim deixa Itaituba de cabeça erguida com a certeza de que contribuiu para que a Lei imperasse no Município de Itaituba.

Fonte: Politica com Pimenta Malagueta

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Tenente faz postagens no face, e as fotos proliferaram via Whastapp

VEJA O VÍDEO DO ESTUPRO DA MENINA DE 14 ANOS NA COLÔNIA AGRÍCOLA PENAL NO PARÁ QUE REPERCUTIU NO MUNDO

Divulgada lista de aprovados no concurso para cargos de escrivão, investigador e papiloscopista