Pará é o segundo pior Estado do Brasil para o cidadão acessar a Justiça

Shot003
Os índices amargados pelo Pará apontam que perdemos o horário: a passo de cágado em um corrida de obstáculos, resfolegamos a medíocre incompetência administrativa dos últimos 19 anos.
Por que incompetência administrativa? Por que o PIB do Pará cresceu nominalmente – o Estado agregou capital de R$ 29,9 bilhões entre 2009 e 2011 – sem que tal grandeza fosse aproveitada para melhorar a qualidade de vida da população: todos os índices sociais caíram em relação aos demais estados. 
E por que 19 anos? Porque – quem duvidar procure a escala histórica dos índices – é a partir desse pretérito que as tabelas começaram a empurrar o Estado para a linha de fundo.
> Acesso à Justiça
E mais uma tabela, saída ontem (16), desta feita o “Índice Nacional de Acesso à Justiça” (INAJ), desvela que o problema no Pará é menos estrutural e mais funcional: somos o segundo pior Estado para que o cidadão acesse a Justiça no Brasil.
O estudo, elaborado pelo Ministério da Justiça em parceria com universidades e instituições públicas, baseia-se nas informações prestadas pelas Defensorias Públicas, Ministérios Públicos, Procons e instâncias do Poder Judiciário.
O Distrito Federal é a unidade federativa no qual o cidadão tem o melhor acesso à Justiça. O pior índice é ostentado pelo Maranhão, seguido pelo Pará:

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VEJA O VÍDEO DO ESTUPRO DA MENINA DE 14 ANOS NA COLÔNIA AGRÍCOLA PENAL NO PARÁ QUE REPERCUTIU NO MUNDO

SOMENTE PARA MAIORES DE DEZOITO ANOS. FOTOS NUAS DE BB!

Divulgada lista de aprovados no concurso para cargos de escrivão, investigador e papiloscopista