EUA inauguram o maior parque de energia solar do mundo

Até o dia 12.02, a usina solar Shams 1, em Abu Dhabi, com 258 mil espelhos, era a maior do mundo.
Shot008
A partir de ontem (13) a Shams 1 passou a ser a segunda, pois a primeira agora é a Ivanpah Solar Electric Generating System, na Califórnia (EUA), que reúne 300 mil espelhos.
Shot005
Cada espelho da Ivanpah é controlado por um algoritmo que calcula o melhor ângulo para receber luz solar de acordo com a posição do Sol.
Os 300 mil espelhos direcionam calor a três caldeiras empinadas a 140 metros de altura que, através do princípio das máquinas a vapor, movimentam as turbinas que geram energia elétrica, considerada 90% limpa.
Shot010
O complexo, que custou US$ 2,2 bilhões, pertence a um pool de 3 empresas. Duas delas são veteranas no negócio: a NRG Energy e a BrightSource Energy. A terceira é novata no ramo, mas uma velha conhecida nossa: a Google, na sua primeira grande entrada na geração de energia sustentável.
> Produção
A Ivanpah terá produção média de 392 MW, o que alimenta uma cidade de 200 mil habitantes e evita o lançamento de 400 mil toneladas métricas de CO2 por ano, o que equivaleria a retirar 80 mil carros de circulação: uma espetacular pegada na corrida eco sustentável de geração de energia.
> Custos comparativos
Embora o custo da implantação de energia solar seja o dobro da eólica e o triplo da hidroelétrica, o desenvolvimento da tecnologia é exponencial - há 20 anos implantar usinas solares era inviável economicamente – e o impacto ambiental é 90% menor.
O Brasil, com enorme potencial para geração solar e eólica, pautado por grandes empreiteiras cuja expertise é hidroelétrica, não investe nas tecnologias referidas, ou seja, caminhamos para o futuro, mas de costas para ele.
Para ver algumas fotos da usina clique aqui.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VEJA O VÍDEO DO ESTUPRO DA MENINA DE 14 ANOS NA COLÔNIA AGRÍCOLA PENAL NO PARÁ QUE REPERCUTIU NO MUNDO

SOMENTE PARA MAIORES DE DEZOITO ANOS. FOTOS NUAS DE BB!

Divulgada lista de aprovados no concurso para cargos de escrivão, investigador e papiloscopista