Vazam imagens da operação que matou o traficante Playboy, imagens fortes

Circulam pela internet durante este final de semana, fotos e vídeos da operação da Polícia Civil no Morro da Pedreira, no Rio de Janeiro, que matou o traficante Celso Pinheiro Pimenta, mais conhecido como "Playboy", um dos mais procurados do Brasil. IMAGENS FORTES: 
 
Ele era foragido por tráfico de drogas, roubo e homicídios. Por ele, era oferecida uma recompensa de R$ 50 mil. O homem, que estava na casa da namorada de 14 anos, foi baleado durante troca de tiros com agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), e morreu no Hospital Geral de Bonsucesso.   A operação teve participação da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Federal e do serviço de inteligência da Polícia Militar. Quase cem agentes, três veículos blindados e apoio aéreo foram mobilizados durante a operação. 
Um grupo de 15 homens da (Core) da Polícia Civil, da Divisão de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal, em um blindado, foi até a casa onde ele estava. Oito homens armados faziam a segurança do criminoso na porta do local. Depois de um confronto, o grupo fugiu, abandonando quatro motos e quentinhas. Playboy também atirou com uma pistola e fugiu para os fundos da casa. Lá, disparou quatro vezes com uma pistola contra os policiais e foi atingido duas ou três vezes. Ele foi encaminhado em um carro blindado ao ao hospital, mas já chegou morto.
A morte de Playboy anda causando medo nos moradores da zona Norte carioca. No Facebook, os comentários em grupos de moradores de Barros Filho e Pavuna,  são para redobrar os cuidados e evitar de sair. O comércio no entorno da comunidade está fechado desde o início da tarde por ordem de bandidos. O comando do 41°BPM (Irajá), intensificou o policiamento na região por rondas de viaturas.
Dentre as ações recentes de Playboy, estão uma expulsão de cerca de 80 famílias de suas casas do programa "Minha casa, minha vida" no Conjunto Residencial Haroldo de Andrade I, em Barros Filho, na Zona Norte do Rio. Após a expulsão, ele ofereceu os apartamentos a bandidos. Ele iniciou a vida no crime com uma quadrilha, assaltando casas de luxo no Rio. Em 2005, ele entrou para o tráfico através de Fernando de Freitas, o Fernandinho Guarabu,  que depois se tornou seu inimigo no Morro do Dendê. Fernando ficou dois anos lá e deu um golpe na facção, quando furtou 30 fuzis e foi para a Maré. Atualmente, ele comandava um exército de 300 fuzis no Complexo da Pedreira e era tratado como um astro.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

VEJA O VÍDEO DO ESTUPRO DA MENINA DE 14 ANOS NA COLÔNIA AGRÍCOLA PENAL NO PARÁ QUE REPERCUTIU NO MUNDO

SOMENTE PARA MAIORES DE DEZOITO ANOS. FOTOS NUAS DE BB!

Divulgada lista de aprovados no concurso para cargos de escrivão, investigador e papiloscopista