FAMILIA PAXIUBA


  • Cícero Apolinário da Costa
    • Certamente, André, na medida em que essas reminiscências forem chegando à minha cabeça vou passar para você. Seu avô Paxiuba era uma lenda viva e ambulante, ele mesmo se gabava de ser mandingueiro e ele era sim mandingueiro de verdade. No grupo eu o Chibé e o Jacuba éramos os mais novos, os outros eram mais velhos, alguns passando dos 65, os dois eram irmãos e eram de Itapacurá, lá pras bandas de São Luiz, depois das corredeiras. Foram indicados pelo Paxiuba e depois de mim que era o 'Branco" e que mandava chover, eles só obedeciam o Paxiuba, de quem, falavam os outros, eles se cagavam de medo. Sabe aquele filme "Aprendiz de Feiticeiro", pois então, os dois eram aprendizes de feiticeiro e posso assegurar que eles eram excelentes aprendizes. Seu avô era um bom do pândego, de mau só tinha o aspecto, na realidade era uma pessoa acima de tudo humilde e de uma simpatia contagiante. Ele era o Homem dos Sete Instrumentos e como os gatos tinha sete vidas. Sabia tudo da mata, nada era segredo para ele. Imagine que chegou a ser picado por cobra venenosa mais de cinco vezes e escapou de todas. Falavam que ele tinha "pauta" com o "capiroto" e com os "bichos do fundo" e uma vez eu perguntei para ele que conversa era aquela e ele me contou, mas isso é coisa pra outra feita, na realidade ele era um homem de muita fé e fiel aos princípios cristãos. Boa noite e um abraço!

      Olá, José André, que bom que você aceitou sem meu amigo. Nasci em Fordlândia em 1937, tenho muitos conhecidos em Fordlândia e em Aveiro.
      Há muitos anos conheci em São Luiz do Tapajósa, um senhor que era mateiro e que me acompanhou por duas vezes em duas viagens para ver umas terras que meu patrão (M.J.Moraes & Cia.) havia comprado na região do Tapajós. Ficamos amigos e chegamos até a trocar presentes. Uma vez lhe mandei uma calça jeans Lewis legítima uma sacola tipo das mochilas de h
      ·
      • Cícero Apolinário da Costa ‎...uma sacola tipo das mochilas de hoje e um par de botas da Vulcabras tipo Sete Léguas e ele me mandou uma pele de onça imensa, sem nenhuma marca de bala e no bilhete estava escrito, "essa eu matei no tabefe", acho que foi no tabefe mesmo porque ele era muito valente e corajoso. Aquele senhor era negro e se chamava PAXIUVA. Nos tornamos amigos e todas as vezes que fui a Itaituba e quando ele estava lá nos encontrávamos e batíamos longos papos e ele me contava das suas aventuras pelas brenhas. Paxiuba tinha uma filha que era a copia fiel dele. Ela foi interna no Colégio Santa Clara em Santarém, mas depois ela se formou e voltou para Itaituba. A vida foi ficando cada vez mais cheia de trabalhos e viagens e não consegui mais localizar o meu amigo. - A pergunta que não quer calar: Você é parente do meu amigo? Nâo sei o primeiro nome nem dele nem da filha dele, ambos se chamavam simplesmente PAXIUBA. Um grande abraço!
      • Jose Andre Paxiuba Soares Seu cicero é com aguas nos olhos que li seu recado, simplesmente o senhor reascendeu em mim a lembrança de meu falecido avô e das suas aventuras por essas matas amazônicas.
        Paxiúba é o patriar da família, meu avô, a filha dele que o senhor deve ter conhecida, é minha mãe a deca paxiuba, ou minha tia já falecida tia luzia paxiuba.
        Nossa família ainda mora na região do tapajos, a grande maioria em Itaituba, de filhos do vovô ainda vivo, estão meu tio Dudimar Paxiuba que hoje é deputado federal, Minha mãe Deca Paxiuba, meu tios DAvida paxiuba, Joao paxiuba e Dudsan Paxiuba e minha tia Denise Paxiuba.
      • Cícero Apolinário da Costa José André Paxiuba, em primeiro lugar eu não sou "Seu" Cícero, sou apenas Cícero. Você também me deixou emocionado, mas então você é neto do meu amigo "Guaribão" ?!!!
      • Cícero Apolinário da Costa Estava com um texto grande contando de uma aventura com meu Amigo Paxiuba e dizendo o motivo do "Guaribão" e de repente sumiu tudo. Não sei o que aconteceu. Antes eu dei um Enter e a mensagem ficou no começo. Amanhã eu reescrevo tudo desde o comecinho. Um abração!

Wikipedia

Resultados da pesquisa

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Traduzido por: Template para Blog